• Título

    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais

  • Título

    Um dedo de prosa sobre nossa história

  • Título

    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil

  • Título

    Divulgação, contato e apoio

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Visita do dia 13.08.17


"Pai,
Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz."

É nesse clima de muita alegria e emoção em comemoração ao dia dos PAIS que os ANDARILHOS DO RISO, os palhaços mais queridos do mundo, fizeram a festa hoje no IC-DF!!!

Iniciamos a nossa visita às 15 horas após uma oração realizada por mim, Doutor Berinjela!

No dia de hoje atendemos o nosso querido amigo Gabriel que foi presentado com uma varinha mágica dos ANDARILHOS DO RISO! Ele ficou encantado e começou a fazer inúmeras mágicas que nos deixaram maravilhados. Porém, ele tentou fazer uma que não deu muito certo! Ele tentou fazer o Dr. Tchan ficar mais bonito, mas realmente, até para a varinha mais poderosa do mundo, isso é impossível de se realizar. Sinto muito, Gabriel, vamos treinar para fazer outros tipos de mágica, beleza?! Encontramos por lá também o Sr. Valdivino, que é pai TRÊS VEZES! Ele é pai, avô e bisavô!!! Então ele teve direito a música especial, com o selo de qualidade dos ANDARILHOS DO RISO. Estava por lá também a Dona Maria Nazaré que solicitou a colocação de um marcapasso de plástico, pois ela não quer ser barrada na porta giratória do banco. Fique tranquila Dona Maria, vamos fabricar um marcapasso especial de plástico com garantia de 200 anos, especialmente para você!!! Atendemos também nosso querido amigo Michael Bryan que ganhou dos ANDARILHOS DO RISO a competição para ver quem imitava melhor os animais. A imitação dele de "cachorrão" ganhou da imitação de elefante do Dr. Tchan, da ovelha da Drª Rose Marry, do cavalo da Drª Jurema e do hipopótamo da Drª Mindinha. Só não ganhou da minha imitação de gato porque eu não fiz imitação nenhuma, apenas agi naturalmente... E o prêmio para ele, por ter feito a melhor imitação, foi um delicioso pirulito, sabor pequi. Huuum, que delícia!!!

Ao final da visita foram atendidos 10 amiguinhos na UTI Pediátrica, 07 companheiros na UTI Cirúrgica, 08 parceiros na UTI Coronariana e 38 impacientes na Enfermaria, que esperam ansiosamente pela nossa próxima visita!

Terminamos nosso belo trabalho às 17:30h, cheios de disposição e prontos para outra.

Estiveram presentes as Doutoras Mindinha, Maravilha, Rose Marry, Jurema, Risadinha, o Doutor Tchan e eu quem vos escreve/digita, Doutor Berinjela.



Obrigado a todos que nos acompanharam. Um abraço e que a alegria esteja com vocês!

Nos vemos na próxima!!!

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Visita do dia 06/08/2017

Olá, companheiros de aventuras. Bão?
Hoje, estava, eu, aqui — junto ao meu nariz vermelho — pensando sobre nosso trabalho
dominical e me lembrei de uma frase da grande Clarice Lispector: “sorrisos e abraços
espontâneos me emocionam. Palavras até me conquistam temporariamente, mas atitudes
me ganham para sempre”. Penso que talvez seja esse o segredo (não estou falando
daquele livro/filme New Age não)… talvez seja esse o segredo que nos faça voltar a cada
domingo com toda a alegria do mundo e todo o amor no coração, as atitudes dos nossos
pacientes que nos conquistam de novo toda semana. Ou talvez seja só nosso salário de
ouro mesmo (no início de cada ano, nós recebemos da chefia um saquinho de Pingo
D’ouro geneticamente modificado como pagamento).
Bem.. chega de filosofias e desse papo que vale mais do que dinheiro.

Começamos nossa visita com uma oração feita bem devagarzin pela Doutora Marcha
Lenta e subimos ao encontro dos nossos amigos (im)pacientes.
Falando em Doutora Marcha Lenta, ela bem que tentou virar Doutora Toyota, se achando
a veloz, tadinha, mas Seu Sabino já foi logo cortando: “no máximo, um celta 1.0, minha
filha”. Eu ia falar “baixa a bola, doutora”, mas se baixar mais ainda, ela para.. então deixa
quieto!
No meio de nossas andanças, batemos um papo com Seu Eurípedis (com “i” mesmo)
Milagre. Se vocês já acharam esse nome diferentão é porque desconhecem a história por
trás. Segundo Seu Euripedis, originalmente, seu sobrenome ítalo-português era escrito
desta forma: “Mmyllaggryw”. Mas, chegando ao Brasil, os avós de nosso amigo tiveram
que dar uma brazucada nessa obra-prima internacional, transformando o sobrenome da
família em apenas “Milagre”. Ninguém me perguntou, mas eu acho que foi um grande de
um milagre mesmo essa troca. Imagina o tanto de saliva que esse homem ia gastar tendo
que soletrar o sobrenome dele a vida inteira!!!
Logo mais, conversamos com Dona Marici, que nos apresentou à Ramona. Não, Ramona
não era uma personagem fugida de novela do SBT/Televisa. Ramona — aparentemente
— é o nome popular usado para grampos de cabelo. Doutor Gravatinha, que já está
quase ficando careca, perguntou se também servia para tirar cera do ouvido. Dona Marici
disse que sim. Com louco não se discute, não é mesmo?
Também visitamos uma vó caduca. Isso mesmo! Esse era o codinome da nossa heroína
que permanece com a identidade velada. Por que a alcunha? Porque a jovem idosa disse
que vai encher pirulitos e chupar uns balões com o netinho. Acho que eu também devo
estar caducando… e não é que fez sentido isso aí?!!
Encontramos por aí Seu Paulo, que é professor de Administração e diz que o investimento
agora é “empreender”. Portanto, ele vai empreender a esposa. Ela vai virar massagista de
pés. Doutor Pierre já ficou todo ouriçado querendo um dia de Luís XV do Netinho, mas
Seu Paulo disse que nem adiantava fazer fila na frente do seu quarto… só ELE iria poder
usufruir dos serviços da moça. Justo!
Ah! Também interagimos com Dona Givalda, que agora está com um coração de apenas
10 anos de idade. A filha dela já logo comentou: “essa novinha é terrorista, é especialista”.
Quando perguntamos o porquê, ela acrescentou: “porque agora ela tá novinha e só quer
saber dos boy magia jovem”. Dona Givalda nem ousou negar, falou que já estava de olho
no rapazinho da recepção que sabe dançar um brega bom.
Em seguida, trocamos uma ideia com Seu Valdivino e Seu Daniel. Gente, mas os homens
ficaram impressionados com os poderes telepatéticos da Doutora Rapunzel e do Doutor
Vagalume. Os Doutores adivinharam direitinho o que cada um queria comer quando
voltassem pra casa: Seu Valdivino queria um pudim de leite condensado bem gostoso e
Seu Daniel, um pratão-montanha de macarronada ao molho de tomate.
Ixi! Não sei vocês, mas me bateu uma fome aqui agora!
Vamos logo acabar com esse negócio, porque a janta está me esperando.
Na visita de hoje, encontramos 9 gracinhas na UTI Pediátrica; 10 maravilhosos na UTI
Coronariana; 8 lindezas na UTI Cirúrgica; e 48 queridíssimos na enfermaria.
Neste domingo, estavam presentes as doutoras Amora, Jurema, Marcha Lenta e
Rapunzel (euzinha) e os doutores Gravatinha, Pierre, Pisca-pisca e Vagalume.
Amigos, desejamos a todos vocês uma excelente semana.
Nos vemos domingo que vem, palhacitos. Até mais!!!
Beijos sabor fandangos dos Andarilhos do Riso.
Dra. Rapunzel. 

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Visita do dia 30/07/2017



E hoje, foi mais uma fantástica tarde com a alegria dos Andarilhos do Riso visitando 10 pequeninos na UTI Pediátrica, 9 pacientes na UTI Cirúrgica, 10 na UTI Coronariana e 48 na enfermaria, totalizando 77 pacientes.
Já começamos com o pé direito quando conhecemos a Querida Maria Lúcia e sua família, mãe, irmã e tia, pois elas nos contagiaram com seus sorrisos cheios de alegria e confiança. Isso, energia positiva, o resto a gente conquista!!
E na UTI pediátrica, todos os Doutores tiveram o privilégio de assistir a luta entre a galinha do Dr. Berinjela, a qual tinha como treinador, o ilustríssimo guerreiro Michael Brian e a galinha do Dr. Vagalume. Foi uma luta cheia de golpes ninja, mas não preciso contar quem foi o vencedor, né? É claro que foi o Michael! E além de ele ser um excelente treinador de galinhas, ele nos mostrou suas habilidades mágicas e a cada mágica que fazia, seu sorriso contagiava o quarto todo. Valeu Michael, foi muito divertido estar com você!
E ainda tinha a Dona Marinalva que não estava cooperando muito com o racionamento não, pois o Dr Vagalume a pegou no flagra bebendo a água do hospital todinha e quando ficava sabendo que alguém estava sem sede, já requisitava o direito de ficar com água dele. Que sede, hein!!!

E seguimos com mais uma história contada pela Dona Irraelina, é isso mesmo, nome super autêntico, concordam? E quando a Dra Rosa Marrie e a Dra Amora perguntaram qual era a história do nome dela, ela já começou dizendo: “Ah vocês querem saber o “nome da minha história”, eu vou contar, quando eu nasci né, eu não sabia falar né, então foram lá e criaram esse nome. Mas, sabe que eu gosto do meu nome. Ninguém tem igual, é só meu.” Concordamos plenamente e pessoalmente, eu gostei.

E ainda tem a atitude solidária da acompanhante Barbara que já estava há um mês no hospital acompanhando sua avó Maria Bernadina (que agora já se recupera em casa), quando recebeu o convite da Dona Maria Leilde para cuidar dela após a cirurgia e é claro que seu coração disse Simmmm. Parabéns Barbara pela disponibilidade e dedicação!!
E conhecemos o Sr Joaquim que nos contou que estava ali só para tirar uns dias de descanso e assistir um jogo de futebol tranquilo, pois, em casa, a patroa joga duro, pedindo para ele limpar o chiqueiro, apartar o bezerro, lavar a louça e mais um montão de tarefas. Eita, esperteza do Sr Joaquim!
E assim foi um pouquito do nosso alegre domingo com a Dra Rosa Marrie (euzinha), Dra Amora, Dr Berinjela e Dr Vagalume.
Abraços!

Rosa Marrie

terça-feira, 25 de julho de 2017

Visita do dia 23.07.17

Olha elaaaaaaaaa, digo, olha o relaaaaaaaaaaaaaaa!

Bom dia, boa tarde, boa noite queridos amigos dos andarilhos mais andarilhosos desse mundão.

A aventura dessa semana contou com a presença dos Dr’s e Dra’s: Pierre (o bigodudo que vos fala), Rapunzel, Jurema, Fofuxa, Sorriso, Coalhada e Pisca-Pisca.


Na UTI Pediátrica encontramos 10 pequetuxos, bem sonolentos diga –se se passagem.  Na UCO: 7 pacientes; na UTI Cirúrgica: 09 e na Enfermaria: 49

Já vou começar o nosso rela mandando um abraço Michael Brian. Gostei do pequenino. Não falava muito, mas é um super fã de carrinhos. Só na cama dele tinha 6! Espalhados pelo quarto mais um tanto de moto, carro e caminhão. O paizão do Michael confessou que não é só o rapazinho que aproveita a bagunça, que vira e mexe, ele brinca junto também.

Entrando no quarto do Seu Ermínio, ele estava concentrado no jogo de futebol que passava na televisão, diz ele que é flamenguista, mas que estava torcendo para o Fluminense. Na minha cabeça, que não é lá das mais brilhantes, já veio a confusão, mas logo ele explicou que era melhor para o Mengão se o rival clássico fluminense ganhasse aquele jogo. Coisas do Campeonato Brasileiro. Acho que como sou francês, não captei bem as manhas dos jogos daqui.  Abraço, seu Ermínio.

Seu José Bento tinha uma família muito  comunicativa, só que não. Achei que era preguiça dominical típica né? Mas dizem eles que lá onde eles moram, só trocam 4 frases por dia: Bom dia; O almoço está pronto, Vamos jantar e Boa noite. Tudo bem seu José, o importante é o sentimento entre a família, que ele disse que é muito grande.

Seu Apolônio se empolgou com o forró dos sábados à noite no  IC.  Ele é um sanfoneiro arretado, vai tocar para a galera da enfermaria assim que ele descobrir quem foi o cabra safado que pegou o instrumento. Estou contigo seu Apolônio, na caçada e no arrocha! Etaaaaa que beleza!

Dona Zélia achou curioso a gourmetização que o Dr Pierre fez da pamonha goiana com pequi: Fudge de milho assado com lascas de pequi caramelizadas. Acho que Dona Zélia não foi muito com a cara não. Dra Sorriso, a maior fã de pamonha desse país, não gostou definitivamente. Pamonha boa é a normal com cafezinho quente né dona Zélia? Vou abrasileirar minha receita, pode deixar!

Engraçado foi Milton, disse que quem bebe fica rico, esquece que é pobre. Catuaba para ralear o sangue também? Não acreditei muito nessa história não visse? HAHA. Os andarilhos não bebem. Então como diria Glória Pires na apresentação do Óscar: Não consigo opinar. O Milton é pai do Lucas, um rapaz que diz ele que tem que tomar juízo. Está certo seu Milton, mas já percebi que ele está passando esses dias ae com você no IC, já mostra que é um filhão. Parabéns Lucas.


Seu Cardiosmar – Primeira vez que eu vejo uma cirurgia que combina com o nome: Cardíaca no cardiosmar! Achei chique e foi bom sinal. Deu tudo certo e ele estava ótimo!!

Vilibaldo Zimmer - Gaúcho do Tocantins, pois é, é possível sim! HAHA. Nasceu no sul, mas morou e gosta do Tocantins. Seria seu Vilibaldo parente de
Hans Florian Zimmer o compositor alemão, conhecido por seus trabalhos com trilha sonoras de filmes? (Piratas do Caribe, Madagascar, Gladiador). Esqueci de perguntar se ele ganhou um Óscar também, dei mole.

Coisa boa foi ver a Bárbara (acompanhante) fazendo massagem com creme na Dona Maria. Dra Rapunzel ficou com tanta vontade que vai contratar a Bárbara também, mão boa!
Mas a mais esperta foi a Dona Raimunda Francisca, diz ela que no quarto ela é Raimunda, mas que no forró de sábado do IC ela vai ser só Francisca. Para ninguém saber que ela vai para o arrasta pé. Acho que ela é tão boa no dois para lá e dois para cá, que é muito disputada. Mandou bem Dona Raimunda, digo Francisca...ahhhh sei lá

Encontramos também a Cláudia Leite, mas disse que canta só no chuveiro. Negócio dela é moda. Concordei por que ela estava com uma boina muito fashion!
Um abraço enorme para Mariana. Ela foi Miss beleza negra de Picos no Piauí. Ela disse que é Fina de chique, linda de bonita e rica de saúde. Arrasou!!! É dançarina de quadrilha. A personagem que ela dança melhor é cangaceira do “arrocha o nó”. 
E queria parabenizar a mini performance que a turma dos andarilhos fez cantando "Despacito" no corredor das UTI’s. Teve enfermeira que até entrou no clima.

É isso povo lindo!



Um abraço

Dr Pierre. 

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Visita do dia 16.07.17


E com friozinho que estava fazendo neste domingo, só a presença calorosa dos queridos Andarilhos do Riso para alegrar e aquecer a tarde dos nossos pacientes do IC-DF.

Iniciamos os trabalhos com uma bonita oração do Doutor Vagalume e já seguimos cantarolando rumo ao quinto andar.


Por lá, estamos tão famosos que a pequena Michaelly não ficou tranquila enquanto não tirou mil fotos e gravou 1321541354 vídeos com o doutores-palhaços mais charmosos desse mundão.

Outro paciente que ficou muito emocionado foi o senhor Renaldo que ao ver o Dr. Vagalume e a Dra. Sorriso perguntou: “ Nossa, já estou no céu? ” Também, com dois doutores-anjos desse adentrando o quarto dele, é de se entender não é mesmo????

Na enfermaria conhecemos o Sr. José, que segundo seu companheiro de quarto, é casado com Dona Pimenta. O Sr. José explicou que ele e sua amada formam o casal mais forrozeiro do Brasil inteiro e para continuar com o título precisou fazer uma pausa para uns pequenos ajustes, mas já, já estará novamente arrasando nas pistas de dança, ainda melhor do que antes!!

Atendemos também o Sr. João, que estava acompanhado de sua “patroa” como ele mesmo descreveu, dizendo que ela manda em tuuuuuudo, e que inclusive, mandou colocar nele um marca-passo para saber todos os passos que ele der daqui para frente!!

Outro fato marcante foram os acompanhantes do Senhor Clayton: Carol e Rodrigo. Eles formam um casal e Carol conta que Rodrigo a enrola há muitos anos para casar! O paciente Clayton disse que é casamenteiro e que conseguiria casar esses dois em breve! Dra. Fofuxa, ainda em busca de seu grande amor, falou para ele arranjar um noivo para ela também e propôs uma aposta: quem casar primeiro ganha pão de queijo para a vida inteira!!! E agora? Quem será que casa primeiro? Carol ou Dra. Fofuxa????? Ficaremos de olho!!!!!

Por fim, visitamos também a pequena Letícia, que distribuiu sorrisos e se encantou ao ganhar um narizinho vermelho e fazer muitas mágicas com o Doutor B.

Assim se findou mais um domingo abençoado e cheio de muita alegria e amor!


Atendemos 10 pequeninos na UTI pediátrica, 6 amigos na UTI Cirúrgica, 10 belezinhas na UTI Coronariana e 48 pacientes na Enfermaria. Estavam presentes: Doutora Sorriso, Doutor Berinjela; Doutora Fofuxa, Doutora Rosa Marrie, Doutor Vagalume e euzinha, Doutora Maravilha!!!

Uma semana MARAVILHOSA para todos vocês!
Até a próxima!



Dra. MARAVILHA.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Visita do dia 09.07.2017

“Domingo, quero te encontrar...” pois sim, pedido atendido, domingo é o dia de encontrar os palhaços mais queridos do Brasil no IC-DF.

E lá fomos nós... Logo de cara encontramos seu Adin, nos contou que nasceu de onze meses, siiim amigos leitores, disse que estava tão bom lá dentro que não queria sair, foi preciso uma puxadinha.
Andando mais um pouco topamos com Milena, que é filha da Dona Raimunda desde que nasceu, e nasceu lá em Fortaleza, mas que nunca visitou o lugar. Entenderam? Eu também não, mas deixa quieto.

E por falar em Fortaleza, encontramos tanta gente do Nordeste, um povo bonito, da pele boa, Dr. Pierre ficou só anotando as dicas de rejuvenescimento, não sei se funciona pra candango não, hein Doutor?!

E segue o fluxo, e com muita sinceridade o Cairo nos confessou que o Dr. Gravatinha não parece nem um pouco com o Luan Santana, eita menino com uma visão boa.

Bomba, bomba, bomba... recebemos algumas “reclamações” de que houve algumas perturbações no sábado à noite, tenho um palpite, Dona Maria Helena lá de Patos de Minas, disse que ama um forrózinho e que está morrendo de saudades de “rastá o pé no salão”, está ai meu palpite, mas é só um palpite mesmo gente.

Tivemos o prazer de conhecer uma pessoa completamente globalizada, segundo ela, possui um sobrenome italiano e outro turco, Dona Mariceleda Barboza Mazzila (italiano) e o nome turco não sei escrever, minhas aulas de turco ainda não começaram. Ficamos curiosos pela origem do primeiro nome, mas esse é um mistério, ninguém sabe de onde veio, nem mesmo quem a registrou, mistéééério, e detalhe ela possui um marido mineiro made in Paraguai, um mineiro que não gosta de queijo, acreditam? Nem eu!

Depois encontramos Cláudia Milk gata, seu marido nos confessou que eles possuem vinte anos de casado e 19 de cama, só arregalamos os olhos e deixamos quieto de novo, afinal, somos palhaços mas somos discretos, hahaha.

Por fim recebemos um convite mara, Dona Maria, que mora no meiozinho de Goiás, nos confessou que ama cozinhar, mas que não tem ninguém pra comer. Aaah Dona Maria, chama a gente, não deixaremos a senhora decepcionada.

Neste domingão de quase menos quinze graus, tivemos:
  • 9 lindezas na UTI Cirúrgica
  • 8 maravilhosos na UTI Coronariana;
  • 10 gracinhas na UTI pediátrica;
  • 56 belezuras na Enfermaria.

Contamos com a ilustríssima presença dos Doutores: Pisca-Pisca, Pierre, Gravatinha, Tchan, Rapunzel, Marcha Lenta, Risadinha e moi Jurema.

Até a próxima galera, Beijão! 


domingo, 2 de julho de 2017

Visita do dia 02/07/2017

Então vamos lá, mais um relatório do nosso maravilhoso trabalho...

Neste domingo começamos com uma bela oração do querido e amado Dr Gravatinha, pontualmente as 15:00 h e logo partimos para o atendimento.

Estava presente a Doutora mais alta, a mais desejada de todos pacientes! Todos clamam pela “Alta”, Doutora Sorriso! Estava também a Doutora super-herói, Maravilha; a verdadeira Doutora, Fofuxa; o ilustre violeiro, Doutor Berinjela; a mais nova Doutora, Rosa Marrie; e eu, Doutor Vagalume, que acende o nariz, sempre é bom lembrar!!!


Formamos duas duplas de dois e um trio de três, prontos para espargi, “espargi foi boa né?”, alegria para todos do IC...


Na UTI pediátrica encontramos 10 pequeninos guerreiros, na UTI Cirúrgica tinham 10 esperançosos pacientes e na UTI Coronariana estavam 6 determinados amigos, todos com muita fé na recuperação... Com certeza em breve estarão em casa, são e salvos e livres das nossas palhaçadas!

A enfermaria estava com efetivo pleno, 52 pacientes extremamente, digamos assim, interessantes!!! Vamos aos relatos:

Encontramos em um quarto uma dupla de músicos, que são irmãos, que são Russos, que um se chama суббота, que significa sábado em Russo (pesquisei no google tradutor), porém eles ensaiam somente nas sextas, interessante isto né, para não dizer inusitado...

Preciso relatar um fato ocorrido hoje, Deus me livre de fofocas, mas o Dr Gravatinha agora está mudando as classificações das músicas, ele disse os pacientes que os Titãs tocam Modão Sertanejo, se descobrirem isto vai dar problema para nós, já estou avisando, pois quem avisa amigo é!!!



O Dr Vagalume não foi muito feliz com o Senhor Manoel, o homem é matuto e não estava para brincadeira, disse que sua terra, Ilhéus, não é pequena como havia afirmado o Vaga, falou também que o tamanho da cidade quem faz são as pessoas e que muitos estudiosos, que dizem saber tudo, só falam besteira para aparecer, disse que ele conhece as coisas por experiência de vida, etc, etc, etc, enquanto isso o Dr Vagalume continuava dando corda pro homem falar... A Dra Sorriso quase morre de tanto rir!

Encontramos também a Dona Maria, que acordava, ficava 5 segundos com o olho aberto, depois dormia mais 5 segundos, depois acordava novamente e assim foi durante um bom tempo, até entendermos que o melhor era deixar ela descansar em paz, sem nossos incômodos...

E para fechar, descobrimos que a Dra Fofuxa pegou um rolo de lã, sabe lá de quem, e colocou em sua estratégica mala com alça... Segunda a meliante, ela está fazendo tricô, mas na hora dos atendimentos??? Ficou a dúvida! Segue foto para comprovação do crime...

 

Assim foi o trabalho deste domingo...

Forte abraço, com luz de Nariz para todos.

VAGALUME



segunda-feira, 26 de junho de 2017

Visita do dia 25.06.2017


Daleeee minha gente!

E nosso domingão, é claro, foi de festa de São João no IC-DF, com direito a cavalgada, olho de gato, Pipoca, forró, santo casamenteiro e Nicolas Cage! Acreditaaa não?! Carrrrma que nóix já conta o porquê!

A festa tava boa demais da conta, sô! E a primeira barraca que passamos foi a das irmãs forrozeiras, Val e Pipoca. Elas garantiram a animação da galera contando seus causos da infância no Rio Grande do Sul – tchê! E a Pipoca foi logo dedurando que a dona Val era um perigoooo para a rapaziada. Não é à toa que ela ia colocar um marca-passo nos próximos dias, pra ver se endireitava os passos da moça dali em diante. Mas que barbaridadeeee!

As gaúchas estavam adorandooo o friozinho da nossa tarde de São João, ao contrário da dona Jaciele de Palmas, mamãe e filha do Joaquim – sim, o pai dela se chama Joaquim e o filho também – que estava ansiosa para voltar para o calor de sua terra!

E o amor estava mesmo no ar nesta linda tarde! Na barraca do seu “Jão”, um galã de 90 anos, estava rolando uma venda de conselhos amorosos. Quando fomos lá, ele confessou o seu maior truque para abalar os corações nas festas juninas: “tem que usar um belo chapéu!” – contou ao Dr. Pierre, que não perdeu tempo pra anotar a dica!

Não foi só o Dr. Pierre que ganhou conselho para desencalhar, não! A Dra. Rapunzel praticamente arranjou um pai na barraca do Sr. Nivaldo Santo Casamenteiro, e a conversa deles mais parecia aquela música dos Trapalhões:

"...Papai eu quero me casar
Pois minha filha ocê diga com quem
Eu quero me casar com o cobrador
Com cobrador ocê não casa bem
Por que papai?
O cobrador leva o dinheiro dos outros
Se ocê casar, vai levar o seu também..."

E aí vocês podem imaginar toda a ladainha, até que o santo deixou seu nobre conselho no arrrrr: “case-se com um Arquiteto”. Annnnn? Entendi nada! Mas eu não sei se dá para levar o Sr. Nivaldo muito a sério não. Ele disse que colocou o nome do filho de Nicollas (com 2 “Ls”) em homenagem ao galã de Hollywood, Nicolas Cage. Mas também disse que não suporta o ator. Dá para entender? E não venham me dizer que eu não entendi porque meu nome é Marcha Lenta! Affff.

Bueno, além das histórias de amor, também teve história de terror. O Dr. Coalhada e a Dra. Maravilha se encantaram nos olhos da dona Maria...até ouvirem sua história macabra! Ela confessou que tinha olhos de gata, e isso não foi um autoelogio não! Credooo! Não vou nem continuar a história, porque dá azar!

Mas o auge da nossa festa Junina foi a cavalgada da Dona Larissa. Ela saiu fugida da festa com seu cavalo imaginário, o Pavão (mas que baitaaaa calda ele tinha)! E ela quase levou de carona o Sr. Mineiro desconfiado. Tentou convencê-lo de todo jeito que seria bom para ele fugir com ela, mas o homi disse que só ia embora da festa quando tivesse 105% (sim, cento e cinco por cento) de certeza de alguma coisa, que eu não entendi muito bem (novidade eu não entender alguma coisa, neh?!). Bom, eu aposto mesmo é que ele tinha alguma aposta com a Dona Apostadeira. Essa dona apostava tudo. Inclusive apostou a filha com a Dona Tricotadeira, na nossa frente! Sorte que ela ganhou a aposta, e junto com ela uns sapatinhos de tricô feitos na hora pelo Dona tricotadeira mesmo. Que coisa mais chique essa nossa festa!

Eu não falei para vocês que nosso São João tinha sido top das galáxias? Mas se não acreditarem ainda, podem perguntar para toda essa lista de testemunhas:

- Dra. Rapunzel, Dra. Maravilha, Dra. Risadinha, Dr. Pierre, Dr. Coalhada e eu (Dra. Marcha Lenta)

- 10 anjinhos da Uti Pediátrica
- 10 amiguinhos da Uti Cirúrgica
- 9 amiguinhos da Uti Coronariana
- 49 amiguinhos da enfermaria!


Domingo que vem tem maissss São João, minha gente! E vocês podem acompanhar tudinho por aqui.

Bejundasxxx da Dra. Marcha Lenta