• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Visita do dia 18.02.2018


Olar, meus amigos. Turu bom com vocês? Se sim, estamos aqui pra melhorar o que há de bom. Se não, nós, lindos e vitaminados do Andarilhos do Riso chegamos para mudar tudo isso. hehe! Chegamos para mais uma visita com muito amor e alegria no coração.

Começamos a visita pela UTI Pediátrica para os lindos 9 bebês que estavam por lá. Hoje tivemos um show de leite materno e a enfermeira me disse que se algum bebê chorasse reclamando do leite e pedisse churrasco ela trocaria. Mas pera aí, bebê falando???

 Na UTI Cirúrgica também atendemos apenas 9 pacientes, vejam só! Lá conhecemos o Seu Antônio, que estava com seu neto e também sua neta postiça. O Seu Antônio disse que só não a guardava no bolso pois não tinha como, porque a neta postiça é um grande xodó.

Também atendemos na UTI Coronariana, mas hoje tinham apenas 8 pacientes pois todo mundo tratou de subir pra enfermaria antes que a gente chegasse.

Já na enfermaria conhecemos a Dona Maria de Lourdes e Dona Maria das Graças, que até já pensaram em formar uma dupla sertaneja. É um tal de todo dia os enfermeiros cantando pra elas uma música de namorar as filhas delas...alguém sabe que música é essa?

No corredor um enfermeiro veio correndo nos perguntar onde estava o Dr. Vagalume. Informamos que ele foi passar o carnaval no Rio, se fantasiou de mulher, gostou tanto que por lá ficou. Todo dia agora usa uma peruca nova.

Descobrimos também que o Seu Francisco é avô do Dr. Gravatinha e o Gravata agora se chamará Gravata Francisco Neto e por isso ele decidiu em nome do Andarilhos financiar o retorno das netas do Seu Francisco (no caso suas primas) para Pernambuco. Já vamos mandar personalizar as havaianas, que já vem com as instruções em caso de muito desgaste da sola.

E a Dona Bertolina? Estava com o braço imobilizado mas foi tudo culpa do jiu jtsu. Dona Bertolina é jijitêra.

Hoje também foi dia de conhecer o Seu Osório, filha da mãe dele, aquela que foi técnica de enfermagem e inaugurou o Hospital de Base e foi a enfermeira mais querida da cidade! Alguém aqui a conhece?

Gente, e o seu José? Além de não saber se eu era Dr. Ou Dra., estava com dois cachorrinhos nas mãos, quando perguntei os nomes ele me disse que um chamava Neymar e o outro, Marquezine. Solta a vinheta, Caçulinhaaaaa!

Foram atendidos 51 pacientes na enfermaria.

Participaram dessa visita os doutores: Pierre, Pisca-Pisca, Gravatinha, Rapunzel, e eu, Dra Combustão, ops, Sorriso J Até a próxima, pessoal!


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Visita do dia 11.02.2017

Luz na passarela, que o Carnaval do Andarilhos do Riso vem aí, gente!

E puxando o samba de exaltação, o Dr Vagalume começou o brilho de nossos trabalhos, trazendo a força e energia que precisávamos para brilhar na SapucaÍCDF. 180 minutos do mais lindo desfile do Bloco da Alegria, carregando, nos vocais, Dra Maravilha e Dr Pisca-Pisca, no batuque, Dr Juquinha e Dra Fofuxa, e no samba no pé, Dr Vagalume e Dra Rosa Marrie.

8 foliões compunham a Ala Cirúrgica, outros 8 desfilavam na Ala Coronariana e, na Ala Mirim, 10 pequenos brincavam o carnaval com a gente. Na pipoca, é claro, 48 pessoas seguiam o trio elétrico do 6º andar.

E teve de tudo, viu? Bloco dos Plantonistas, Bloco do Esfrega-Esfrega (comandado pelas Dotoras Limpezas que aproveitaram o feriado para fazer faxina geral), Bloco dos Vendedores de Dindim, e até Bloco do Louvor teve.

Mas o mais agitado mesmo foi o Bloco das Marias. Menino, tinha tanta gente nesse bloco que, ano que vem, vai precisar concentrar num espaço maior, porque nesse ano faltou abadá para quem quis.

Foi exatamente Maria de Fátima quem nos recebeu na entrada no circuito, de braços abertos, dizendo que estava morrendo de saudade da gente. E quando a gente perguntou se ela não tinha sido visitada pela Escala dos Feios domingo passado, ela respondeu: "sim, mas não eram vocês". Ganhamos o dia (não bastava apenas sermos os mais bonitos, como também somos os mais queridos, vejam vocês).

Teve também a Maria de Unaí, que juntou com Seu José e nos explicou que festa boa não é carnaval não... É a Folia de Reis lá de Unaí. Nessa época, junta os amigos tudo nas fazendas, escolhe do melhor gado de corte e arrocha nas galinhas também. Alegria é o que não falta na cidade! Tivemos que mudar de assunto, porque Filó começou a ficar traumatizada com as receitas deliciosas que aprendemos.

Encontramos também o Arlindo, sambista de primeira, que estava meio borocoxô semana passada porque achava que não ia ter carnaval para ele, mas que ficou todo feliz hoje, já que levamos o Carnaval até ele! Teve partido alto, samba de roda, de enredo, de apartamento... Teve samba de tudo! Devagar, miudinho, devagarinho.

E para aprender a sambar mesmo, tivemos um show de aula com Dona Diná, mãe de Vilma, diretamente do litoral baiano, mãe de 9 filhos, 15 netos (e a gente teve que contar um por um, porque é gente demais prum coração só) e 5 bisnetos - vários crescidos. Combinamos os conformes da cirurgia de amanhã e Dona Diná será a próxima agraciada com os 100 anos de garantia exclusivamente fornecidos pelos Andarilhos do Riso. É para alegrar qualquer coração, não é não?

Acabamos a passagem pela avenida com Nota - DEZ! -, de acordo com os melhores jurados do hospital (inclusive a Doutora Enfermeira que diz que não gosta de mim, mas no fundo gosta - e gosta tanto que vai pedir para trocarem todos os lanches de domingo para Pão de Queijo com Café).

E pra quem já está com saudade, acalma aí que todo domingo é carnaval - porque o carnaval começa quando o outro termina.

Aqui encerra a transmissão quase ao vivo, Dra Fofuxa.

Abraços fofos!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Visita do dia 04.02.2018


Olá, olá, mestres-salas e porta-bandeiras leitores do blog mais visitado da Sapucaí do IC-DF.

Uma semana antes do carnaval e quem já está em ritmo (é ritmo) de festa (que balança o coração)? Isso mesmo, NÓS, os Andarilhos do Riso. Neste domingo, os sambistas eram os doutores Berinjela e Pierre (não Pierrot) e as doutoras Risadinha, Sorriso e eu, Rapunzel (não Colombina).

No meio de nossas andanças, encontramos Seu Manoel, um repentista de Trindade-GO para não se botar defeito. O hômi só deu uma olhada na doutora Risadinha e já começou a cantar: 

Dizem que a mulher bonita gosta de andar natural. 
E tem sorte no emprego, só arruma Federal. 
E as vezes ganha milhões pra fazer comercial.

Em seguida, conversamos com a jovem Carmem Luíza. Um nome tão diferente, ficamos interessados em saber sua origem. A mãe da Carmem também se chama Carmem. Carmem-mãe, Carmem-filha e Carmem Lúcia… não, esta última não é da família, me confundi, voltando… Quando a Carmem-mãe estava grávida, ela comentou com o Carmem-pai que queria que a bebê se chamasse “Luíza”, em homenagem à “Luisa Brunet”, que é uma mulher muito linda. Carmem-pai , muito sagazmente (ATENÇÃO, HOMENS, ANOTEM ESSA DICA AQUI), disse: “pois a mulher mais bonita do mundo, para mim, se chama Carmem”. Então… a menina foi batizada de Carmem-filha… não, digo… de Carmem Luíza. Romântico demais, né, gente?! Carnaval chegando e nós já estamos de olho no “Valentine’s day”. 

Visitamos também Donas Izabel e Joana d’Arc, que fazem comida tipo o “Chaves” da vila. É doce de jiló, que parece tamarindo, mas tem gosto de figo; é doce de abóbora, que parece seriguela (alô, Siri), mas tem gosto de leite moça. Não entendi nada, mas fiquei com fome. 

Batemos um papo com Seu Álvaro, que não quer nem saber… saindo da enfermaria, ele vai direto para as ladeiras de Olinda pular carnaval. Só que o folião já está sofrendo pensando na quarta-feira ingrata que há de chegar.: 

É de fazer chorar 
quando o dia amanhece e obriga o frevo acabar 
ó quarta-feira ingrata 
chega tão depressa 
só pra contrariar. 

Por fim, presenciamos boquiabertos a Dona Ana descendo até o chão com toda agilidade do mundo. O filho dela, César, estava dormindo, então ela aproveitou para nos mostrar todo seu talento no forró, no funk, no frevo, no samba, na galinha pintadinha… foi um sucesso só. 71 anos com carinha e corpinho de 25. É isso aí, Dona Ana! 

Nas aventuras de hoje, encontramos 10 chicleteiros na UTI Pediátrica; 11 bailarinos do É o Tchan (alô, Tchan) na UTI Coronariana; 10 dançarinos de frevo na UTI Cirúrgica; e 51 madrinhas e padrinhos de bateria na enfermaria. 

Amigas e amigos, por hoje é só. Desejamos que vocês tenham um ótimo carnaval e uma excelente semana!!!

 Nos vemos domingo que vem. 

Beijos sabor doce de figo que é jiló, 
Dra. Rapunzel.

domingo, 28 de janeiro de 2018

Visita do dia 28.01.18

Salve salve a todos aqueles que acompanham os Andarilhos do Riso em suas incríveis jornadas dominicais!!! Hoje foi dia de muita alegria com os palhaços mais queridos do mundo!

                                   


Iniciamos a nossa tarde sensacional pontualmente, às 15 horas, após uma oração feita pelo Doutor Berinjela.


No dia de hoje encontramos o nosso querido amiguinho Pyetro que se alegrou muito ao escutar os grandes sucessos que marcaram época na voz dos Andarilhos do Riso: "Galinha Pintadinha" e "Pintinho Amarelinho". Estava por lá também o Sr. Manoel e sua esposa, que nos contaram que completaram 40 anos de casados no dia 22. Não apenas isso, eles também inventaram o Tinder! Sr. Manoel trabalhava com o irmão da prometida, e ficou interessado nela após ver uma foto. Ai colocou uma foto dele dentro do envelope e mandou do Rio de Janeiro lá pra Paraíba. E não é que deu match?! Sensacional! Posteriormente, encontramos o Sr. João Aparecido, que lançou a moda do cartão fidelidade no IC: colecione 10 pirulitos dos Andarilhos do Riso e ganhe um pão de queijo (que vale mais do que dinheiro). Mas descobrimos, no pulo do gato, que o esperto do Sr. João vai pro hospital todo domingo depois do almoço e fica só até a gente terminar a visita, acredita? E encontramos também a Mariza, que recebeu a "Alta" em outubro, e voltou pro hospital só porque ficou com saudade. Mas ela não sabia que a Drª mudou de escala, então agora vai ganhar uma semana de SPA para descansar a beleza até receber a "Alta" de novo. Por fim, encontramos com o nosso amigo bem esperto, Francisco, que ficou maravilhado com o show de mágica que os Andarilhos do Riso fizeram, porém, como a esperteza dele não tem fim,
ele conseguiu descobrir todos os segredos das mágicas. Parabéns, Francisco!

                                 


Terminamos nosso maravilhoso trabalho às 18 horas, cheios de disposição e prontos pra outra.

Atendemos hoje 10 amiguinhos na UTI Pediátrica, 10 amigos na UTI Cirúrgica, 10 na UTI Coronariana e 55 na Enfermaria, totalizando 85 atendimentos realizados com sucesso!

Estiveram presentes as Doutoras: Siriguela, Fofuxa, Rosa Marrie e os Doutores: Vaga-lume, Juquinha e eu, q
uem vos escreve/digita, Dr. Berinjela.


Hoje foi um dia repleto de muitos sorrisos e emoções com os Andarilhos do Riso. Obrigado a todos que nos acompanharam. Nos vemos na próxima!

Um abraço e que a alegria esteja com vocês!



terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Visita do dia 21.01.2018.

 Olha elaaaaaaaaa, digo, olha o relaaaaaaaaaaaaaaa!

Bom dia, boa tarde, boa noite queridos amigos dos andarilhos mais andarilhosos desse mundão.

A aventura dessa semana contou com a presença dos Dr’s e Dra: Pierre (o bigodudo que vos fala), Rapunzel, Gravatinha ,Tchan, Pisca-Pisca.


Na UTI Pediátrica encontramos 10 pequetuxos.  Na UCO: 09 pacientes; na UTI Cirúrgica: 09 e na Enfermaria: 43

Já vou começar o nosso rela mandando um abraço para
‎moça da limpeza que além de deixar os corredores do IC um brinco de tão limpo, tem o nome de Giselda, mesmo nome da amiga do Dr Gravatinha (a galinha de borracha que firme e forte acompanha o Dr. aos domingos nessa andarilhosa jornada).


Um beijo no coração da nossa querida Manu. A pequena ao ver o Dr. Pisca já mandou na lata um: OI VOVÔ. HAHAHAHAHA. Apesar de ter saído do fundo do coração da Manu, achei meio exagerado, mas não se preocupe Dr... nada que os produtos Jequiti não resolvam.

Entrando no quarto ‎Dona Arlinda encontramos aquela senhora mar linda do IC-DF (Entenderam a piada? Ok, finge que foi boa e segue com o rela...). Nascida em Minas Gerais, mas criada em goiana, Dra. Rapunzel fez a pergunta chave: Pequi ou Queijo? Sem nem pestanejar ela já falou queijo! Essa não largou as raízes. Mulher guerreira, vive com três gerações em casa, pois criou o neto como filho também e o rapaz estava lá mimando a vovó. Coisa fofa! 

Chocados mesmo ficamos com o Seu Otaviano Pereira. 82 anos, mas eu chutei que ele tinha uns 50. Impressionante, se eu chegar aos 40 do mesmo jeito eu já vou estar é feliz da vida. Um abraço seu Otaviano.

‎Nesse domingão tivemos também um evento solene: O batismo da Isabela, a boneca/filha da Maria Luisa. Dr. Pisca foi o padrinho e Tchan de “padrinha”. Gravatinha, grande ídolo da Maria realizou belamente a cerimônia.

Passeando pelos corredores, ao entrar em um quarto damos de cara com Dona Lourdes; especialista em fazer chapéus de crochê. Um mais bonito que o outro. Ela gostou tanto do Gravatinha que disse que vai fazer uma cueca para o gravata desfilar no carnaval. Achei um ato de coragem, viu?

Coisa boa foi ver
seu Edmilson, apesar da deficiência visual foi show de animação e papo. Cativante. Foi eleito o paciente mais feliz do IC. Um abraço, Edmilson!

‎No quarto da dona Eleusa Helena Dra. Rapunzel e eu demos de cara com xampu “desmaia cabelo.” Fiquei até com medo de abrir para sentir o cheiro do xampu, vai que saía uma mão dali, que nem desenho animado, e dava uma na minha cabeça. Pensei: Nossa para que essa agressividade toda?
Dona Eleusa me explicou que não precisava ter medo e que aquele xampu era bom, já deixa macio na primeira lavada. Dona Eleusa vou experimentar e te falo, ok?




Por fim uma questão duvidosa...conversando com o Senhor Carlos Alberto (que não é o De Nobrega, o da praça) um português oriundo da cidade do Porto, ele e sua esposa me disseram que eu parecia o Camões. Será??

Será que devo aportuguesar meu nome Francês que tanto gosto e me chamar Camões?
Será eu o responsável por escrever a nova epopeia da língua portuguesa, inspirada em 'Os Lusíadas': Os Andarilhos?


Aguardem cenas dos próximos capítulos...


É isso povo lindo!
Um Abraço

Pierre

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Visita do dia 14.01.2018


Señoras e Senhores do meu Brasil varonil, quem chega em mais um domingão para alegrar vocês? Nós, lindos e vitaminados do Andarilhos do Riso! Chegamos chegando para mais uma visita com muita alegria e peito aberto. Essa só entendedores entenderão hahaha!

Começamos a visita pela UTI Pediátrica, onde cantamos algumas músicas inéditas para as crianças como uma tal de “Meu pintinho amarelinho” para os lindos 9 bebês que estavam por lá.

 Na UTI Coronariana atendemos apenas 5 pacientes, vejam só! Todos os 5 muito paparicados pelos seus parentes e amigos que ali estavam.

Ao atendermos na UTI cirúrgica encontramos a Dona Joana D’arc, que estava acompanhada de 2 seguranças: seu marido e seu filho. Os 2 bem bravões, mal conseguimos chegar perto da Dona Joana mas a Dra Siriguela já foi logo se engraçando pra cima do filhão dela e para isso tentou conquistar logo a sogrona! Parece que não deu muito certo... Foram atendidos 8 pacientes no total.

Ao subirmos para a enfermaria encontramos o Seu Douglas. Cabra gente boa, rapaz! Estava com sua esposa e já passou no teste pra entrar no Andarilhos. E acreditem: após receber um fígado novo, de uma moça de 20 aninhos, sua voz afinou no ato e já estava ele se encantando pra cima do novo enfermeiro do IC.

Logo depois encontramos a Dilma, mas não é aquela, é outra. Ela nos contou que ia fazer uma cirurgia na qual ia fechar o SIA. Sim, o SIA. A Dilma tem moral, viu? Fechar uma via dessas, imaginem o trânsito que vai ficar lá. Amanhã irei dormir lá do lado pra fazer a cirurgia sem pegar esse trânsito todo.

No quarto ao lado conhecemos o Seu Gérson que queria um nariz igual ao meu, eu disse a ele que só ficando gripando pra atingir esse tom. Depois de tudo ficou me perguntando sobre o Dr. Vagalume, disse estar com saudade da Filó mas ele queria mesmo era a Filó na panela dele.

Atendemos também a Dona Eleuza mas o que mais nos chamou atenção foi a nora dela, que tava agarrada no braço da sogra, a gente chegou a pensar que ela tinha medo de palha..ops, de Doutores mas ela só estava querendo ser aprovada pela família.

E o Sr Chorão? A gente falava, ele chorava, cantava, ele chorava mas também, né!? Quem tava cantando era a desafinada da Fofuxa, deve ter sido por isso!

Foram atendidos 54 pacientes na enfermaria.


Participaram dessa visita os doutores: Juquinha, Berinjela, Siriguela, Maravilha, Fofuxa, Vagalume e eu, Dra. Combustão, ops, Sorriso J 

Até a próxima, pessoal!


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Visita do dia 07.01.2018



Eaaaeee meu povo?! Tudo bão por aí?! 
Como foi de virada?! Nossa virada foi tão boa, que estamos do avesso até agora.
Por aqui tá tudo supimpa, nosso ano começou com tudo, porém ainda trouxemos algumas cargas do passado... Cês imaginam que até hoje Gravatinha está à procura de esclarecer sua paternidade?! Mas acho que agora o trem vai andar, porque ele e Rapunzel arrancaram os cabelos do braço do Seu José pra fazer o teste de paternidade, o resultado deve sair em breve. Gente, outro babado, passa ano, vira ano, e a gente ainda não conhece as pessoas... Cês acreditam que Rapunzel nos revelou que o cabelo dela é aplique? E tem maisaplique de cabelo de sovaco e para completar Seu Careca não fez escova progressiva, fez regressiva coitado.
Mas vamos falar da visita boa que tivemos neste final de semana, começamos com o pé direito e encontramos uma galera massa lá:
• 9 anjinhos na UTI pediátrica;
• 9 “cumpanheiros” na UTI Coronariana;
• camaradas na UTI Cirúrgica;
• Mais 50 comparsas na Enfermaria.
Chegando à UTI Coronariana encontramos nossa amiga Euflazina, com um sorriso estonteante que contagiava quem passava por lá. E falando em sorriso, Seu Chiquinho tava numa contação de piada, mas ele só conseguia contar, graças à ajuda de Dona Raimunda que cochichava no ouvido dele, as histórias pra que ele contasse... Contou tanta coisa, falou do pescocinho, do soldado e do papagaio, Doutor Tchan se divertiu horrores, mas Doutora Macha Lenta até agora está tentando entender o que aconteceu.
Falando em diversão, Doutor Pisca-Pisca e eu, Doutora Risadinha, dançamos um bocado com o pequeno Otávio, ele nos ensinou o arrocha da Bahia, e o forró da conquista, eita menino esperto. 
To achando que nós, Andarilhos do Riso, vamos abrir uma empresa pra resolver os problemas desse povo, é coisa demais gente. Imaginem vocês, que Seu Adão tá procurando tratamento pra ronco, ele disse que nunca roncou na vida, mas depois do transplante de coração, ele começou a roncar, e investigando, descobriram que colocaram foi um coração de porco nele, se tiverem alguma sugestão pra resolver o problema, contem pra nós, será que coração de galinha resolve?!
O povo tava faladeiro gente, ficamos sabendo que Seu Aderbal, viajava com a família buscapé de fusquinha, do Pará para o Espirito Santo: o casal, o tio bêbado, quatro filhos, mais as tralhas. 
Ah! já ia me esquecendo, temos que ajudar Seu César a recrutar cuidadoras pra ele, porque a mulher dele só vai pro hospital pra aproveitar a poltrona do IC-DF, dorme a noite todinha e nem sequer ouve os chamados do marido, é mole?!
E pra finalizar, uma dica de beleza procêis, para hidratar o cabelo: 3 ovos, abacate e leite, ai vocês me perguntam: O cabelo vai ficar hidratado?! E eu respondo: Não sei, mas alimentado cês vão ficar. (Fonte: Doutor Gravatinha)
Então é isso, bjão no cangote, boa semana e um ano maravilhoso pra todos nós! 
Bjos.
Doutora Risadinha

domingo, 31 de dezembro de 2017

Visita do dia 31.12.17


Um salve a todos aqueles que acompanham os Andarilhos do Riso nas suas incríveis jornadas dominicais! Hoje, no último dia do ano, a visita foi repleta de muita alegria e emoção!!!

Iniciamos a nossa aventura às 15 horas, após uma oração feita pelo Dr. Berinjela.

No dia de hoje visitamos o Sr. Jorge Washington, produtor musical, que após assistir um belo show feito por nós, prometeu gravar um CD dos Andarilhos do Riso. Também visitamos o Sr. Francisco que disse ter prevido os números da mega-sena da virada e disse que tinha certeza de que iria ganhar. É claro que ele também prometeu doar metade do prêmio para os Andarilhos do Riso. Estaremos esperando, hein!?! Também estava por lá a Srª Juliana que estava toda arrumada, pulando de felicidade, pois iria passar o réveillon em casa, curtindo a bela vista da queima de fogos. Encontramos por lá também a nossa querida amiguinha Ana Clara que fez várias mágicas com o Dr. Vaga-lume, inclusive fazendo aparecer várias balas e pirulitos, utilizando a sua poderosa varinha mágica. Depois ensine o segredo para os Andarilhos do Riso, certo Ana Clara?!


Por fim, terminamos nossa magnifica jornada às 17 horas, cheios de disposição e prontos para outra.

Estiveram presentes a Doutora Fofuxa e os Doutores Vaga-lume, Juquinha e eu quem vos escreve/digita, Dr. Berinjela.

Muito obrigado a todos que nos acompanharam nesse ano maravilhoso. Nós dos Andarilhos do Riso desejamos a todos uma virada de ano excepcional, repleta de muito amor, paz e harmonia!

                                                        FELIZ ANO NOVO!!!!!


Um abraço a todos e que a alegria esteja com vocês!
Nos vemos na próxima!