• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Visita do dia 18/01/2009

Eita foi batuta a visita do dia 18/01/2009:
Ao todo tínhamos 38 pacientes, sendo - 04 na UTI Coronária; 08 na UTI Infantil; 05 na UTI Cirúrgica e 21 na Enfermaria.
Começamos com uma inovação ontem, antes de iniciarmos as visitas, fizemos uma oração/prece (ou qualquer título que queiram dar), conforme solicitação do Dr. Coalhada. Acho que depois disso a emoção tomou conta do grupo, tanto que na UTI Coronária estávamos meio tontos e perdidos, más após a cara feia que a DRª Sensação fez nós nos encontramos.
Na UTI infantil a festa foi total, a ponto de eu (Dr. Gravatinha) tomar uma bronca da Dona Drª. Más o mais legal da Infantil, foi o concurso "Papai Galinha", dizem que o pai que eu estava torcendo perdeu, mas eu não concordo porque o pai adversário imitou a galinha Chóca e o pai meu (que não é o meu pai, entenderam? rsrsr) imitou a galinha da angola - ela fala outra língua, não entendida para os sem cultura.
Na UTI Cirúrgica, cantamos, cantamos, cantamos e quando todo mundo pensava que não íamos parar de cantar o Dr. Coalhada apresentou um grande show de malabares! Iniciou o show com três bolinhas, passando para duas, uma e quando pensávamos que o pior já havia acontecido ele fez malabarismo com ZERO bolinhas (incrível), o público foi ao delírio!
No caminho para a enfemaria descobrimos que estávamos sendo seguidos por três mulheres clones - eram muuuito parecidas.
Na enfermaria confirmamos que somos muito amados, pois a Dona Josefa retornou a INCOR-DF só para matar a saudade - claro que não deixamos porque somos totalmente contra a violência. Entre vários atendimentos, tivemos que fazer uma parada para apresentar o show da dupla mais famosa do hospital, para as enfermeiras: GRAVATURA&RAPADINHA.
Eu e o Dr. Rapadura tentamos cantar a Música "Beijinho Doce", más não sabíamos a letra. Missão que ficou para a Drª. Mussarela e para a Drª. Sensação (estão representando as personagens da novela).
Lá pelas tantas, fui convocado para contar uma piada de Gaúcho em um quarto, porém Jamais contaria uma piada deturpando a boa imagem dos nossos amigúchos (amigo gaúcho). Até porque, o gaúcho em questão é uma autoridade. O mais engraçado é que o gaúcho (Sr. Valmor) estava camuflando guloseimas em seu quarto, guloseimas que ele falou que eram batatas, será que ele acha que somos palhaços? O que é de espantar é que as Drªs. Maria-Mole e Tutti-Frutti acreditaram no gauchão.
Para completar o circo, Drª. Siriguela deu uma crise de riso durante a consulta séria da Drª. Mussarela com o Sr. Antônio! Más não se preocupem, ela chupou um limão e instantâneamente ela parou de sorrir!
Quando caminhávamos para o nosso Camarim, Drª. Mussarela soltou essa: "A VIDA É UM ETERNO TEATRO SEM ENSAIO"

Estiveram presentes: Dr. Coalhada; Dr. Gravatinha; Drª. Maria-Mole; Drª. Mussarela; Dr. Rapadura; Drª. Sensação; Drª. Siriguela; Drª. Tutti-Frutti.

Abraços e esparadrapos;

Dr. Gravatinha

Um comentário :

  1. Concordo com a Drª Mussarela que "A vida é um eterno teatro sem ensaio",pq a cada instante da nossa caminhada precisamos estar sempre improvisando para driblar os obstáculos q se apresentam no nosso dia a dia.Aii quanta honra ter um drº da alegria neste grupo tão especial(o DrºRapadura),é segredo,rsrsr,bjs à todos e que Deus aboençoe este trabalho tão lindo.
    Andreia Cezar(prima gaúcha do Drº Rapadura)

    ResponderExcluir